Home
Shop
Favoritos0

Projeto de extenção Marketing Digital Final

R$ 60,00

Comprar Agora Comparar
Status In Stock

MANUAL DE ATIVIDADES EXTENSIONISTAS – ORIENTAÇÕES DISCENTES

Sumário
APRESENTAÇÃO …………………………………………………………………………………………………………. 2
1. ORIENTAÇÕES PRÉVIAS PARA O INÍCIO DO PROJETO …………………………………………… 4
2. INICIANDO O PROJETO EXTENSIONISTA …………………………………………………………….. 5
2.1. PLAN (PLANEJAR)…………………………………………………………………………………………….. 6
2.2. DO (FAZER) …………………………………………………………………………………………………….. 7
2.3. CHECK (VERIFICAR) ………………………………………………………………………………………….. 7
2.4. ACT (AGIR) ……………………………………………………………………………………………………… 7
3. RELATÓRIO FINAL DE ATIVIDADES EXTENSIONISTAS ……………………………………………. 8
REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS ………………………………………………………………………………….. 11

APRESENTAÇÃO

Prezado Aluno, Prezada Aluna
Você deverá realizar atividades extensionistas, que são componentes previstos em seu
currículo, que necessitam da sua interação junto à comunidade, em observância à
Resolução CNE/CES nº 7/ 2018.
Nesse componente curricular, você atuará junto à comunidade por meio da
implementação de um projeto extensionista, para auxiliar a sociedade na busca de
soluções coletivas que melhorem a vida de um grupo ou da própria comunidade.
Essa atividade se inicia com a compreensão dos projetos, que devem ser desenvolvidos
durante sua formação e segmentados entre quatro programas: a) Programa de Contexto
à Comunidade; b) Programa de Ação e Difusão Cultural; c) Programa de Inovação e
Empreendedorismo e d) Programa de Sustentabilidade, que estarão apresentados no
Template PDCA e no Relatório Final de Atividades Extensionistas específicos a cada
componente.
Esse direcionamento foi proposto com base em quatro eixos: (i) Área de Artes e
Comunicação; (ii) Área de Exatas e Negócios; (iii) Área de Humanas e Ciências Sociais
Aplicadas; e (iv) Área da Saúde e Biológicas.
O Template PDCA, pelo qual você irá desenvolver seus projetos com a ferramenta,
contempla os seguintes itens:
– Curso: cada curso tem seu conjunto de componentes curriculares de extensão
distribuídos ao longo da matriz curricular.
– Componente Curricular: identificação do componente curricular que está cursando no
semestre/módulo.
– Programa de Extensão: identificação do programa que a ação a ser realizada está
vinculada ao componente curricular da etapa.
– Finalidade e Motivação: apresentação da finalidade e motivação da ação apresentando
sugestões de locais que você poderá desenvolver a atividade de extensão.
– Competências: apresentação das competências que serão desenvolvidas durante a
realização da atividade.
– Perfil de Egresso: expressa as competências a serem desenvolvidas por você
articulando com as necessidades locais e regionais, havendo planejamento para sua
ampliação em função das demandas apresentadas pelo mundo do trabalho.
– Soft Skills: São as competências socioemocionais que desenvolvem as habilidades
comportamentais e socioemocionais, compreendendo as diferentes categorias, tais
como atitudes, crenças, qualidades emocionais, sociais e traços de personalidade.
Aspectos valorizados pelo cenário empresarial do mundo moderno.
– Objetivos de Aprendizagem: correspondem ao propósito que deseja desenvolver com
a atividade idealizada, articulando as competências, habilidades, conhecimentos,
atitudes e métodos que serão estimulados durante a realização de cada projeto.
– Conteúdos: consistem nos temas previstos em seu curso, que serão articulados
durante a realização das atividades por meio a articulação entre teoria e prática,
permitindo a aplicação do conhecimento adquirido durante seu percurso formativo junto
à comunidade.
– Indicações de Bibliografias: lista de títulos associados aos conteúdos que já vem
preenchida, para apoiar suas pesquisas durante a solução do problema identificado.
– Referências Bibliográficas: ao final da realização de suas atividades extensionistas,
você listará os títulos consultados durante o planejamento de seu projeto.
Caso você não saiba o que é PDCA, não se preocupe, ao longo do documento faremos
um resumo e disponibilizaremos um template do seu AVA.
Já, o Relatório Final de Atividades Extensionistas, que você entregará para avaliação
após realizar suas ações, contempla os seguintes itens:
– Sua identificação e identificação de sua instituição de ensino superior (IES).
– Os itens já existentes no Template PDCA: Curso, Componente Curricular; Programa
de Extensão; Finalidade e Motivação; Competências; Perfil de Egresso; Soft Skills;
Objetivos de Aprendizagem; Conteúdos, Indicações de Bibliografias.
– Descrição da Ação com Resultados Alcançados: neste item, você deve relatar as
seguintes etapas: (1) Local de realização da atividade extensionista; (2) Durante a ação;
(3) As ocorrências durante a ação: caso tenha sido necessário você promover mudança
de estratégia durante o desenvolvimento das ações, para alcançar o resultado
esperado; (4) Resultado da ação; (5) Conclusão; e (6) Depoimentos (se houver).
– Relate sua percepção das ações extensionistas realizadas no Programa Desenvolvido:
neste item você deverá relatar em no mínimo 15 (quinze) linhas sua experiência com as
ações extensionistas, explore o espaço para expressar sua percepção da realização
das atividades extensionistas.
– Referências Bibliográficas: neste item você deve indicar as Bibliográficas e as demais
referências utilizadas no desenvolvimento e a realização do seu projeto.
– Autoavaliação da Atividade: neste item, você responderá as seis primeiras questões,
que são fechadas, isto é, você deve atribuir um valor mediante a escala pré-definida no
documento, onde zero é muito insatisfatório e 10 muito satisfatório, e a sétima questão,
que é aberta para suas contribuições.
Para ajudar em sua organização, serão disponibilizados os seguintes
documentos/modelos em seu Ambiente Virtual.

CARTA DE APRESENTAÇÃO: esse documento serve para você comprovar seu
vínculo com a IES ao fazer contato com a instituição parceira onde pretende aplicar o
seu projeto de extensão.

TEMPLATE PDCA: modelo de documento para auxiliar na condução da aplicação da
metodologia PDCA, estão organizados em cada fase de aplicação. Esse template não
precisa ser entregue, ele existe para ajudar você na condução da elaboração de seu
projeto extensionista.

RELATÓRIO FINAL DE ATIVIDADES EXTENSIONISTAS: modelo de documento para
escrita final de seu relatório após a realização das atividades/ações planejadas junto ao
local escolhido para a realização das atividades extensionistas. Esse é o documento
comprobatório da realização da atividade in loco. Importante, esse documento deve ser
entregue em seu Ambiente Virtual, pois será avaliado para posterior atribuição de sua
nota.

1. ORIENTAÇÕES PRÉVIAS PARA O INÍCIO DO PROJETO
Você terá acesso ao Template PDCA pelo Ambiente Virtual de Aprendizagem vinculado
ao componente de extensão que estiver cursando naquele momento. Por meio deste
documento você identificará o projeto que irá realizar, deverá avaliar os conteúdos e
competências informados no template e traçar uma estratégia para desenvolver cada
projeto, além de buscar o local na comunidade que poderá ser contemplado com suas
ações.
Destaca-se que a extensão é componente obrigatório da matriz curricular e por isso
você deve realizar seu projeto e enviar o Relatório Final de Atividades Extensionistas
para comprovar a realização e ser avaliado, sendo que será considerado aprovado o
Relatório que obtiver a média mínima para tal, prevista nos instrumentos de avaliação
da IES, de modo que o Relatório que obtiver notas inferiores à média mínima prevista
ocasionará na sua reprovação no componente curricular vinculado à Extensão do
período.
Caso ocorra a desistência tanto por parte da instituição parceira, quanto por sua parte,
você será responsável por buscar nova parceria em tempo hábil para realizar a entrega
do Relatório Final de Atividades Extensionistas, reforçando que a não entrega dentro do
prazo acarretará a reprova do componente, que deverá ser cursado novamente. Ainda,
se você enfrentar dificuldades para encontrar um novo local a fim de realizar suas
atividades extensionistas, poderá buscar o auxílio do tutor.
2. INICIANDO O PROJETO EXTENSIONISTA
Após a conclusão das atividades de formalização do projeto, você deve elaborar seu
projeto extensionista e para isso, há a recomendação do uso da metodologia PDCA..
Caso não conheça a metodologia, assista o vídeo tutorial sobre como deve ser sua
trajetória na extensão, que está disponível em seu Ambiente Virtual,
O Template PDCA deve ser usado para a elaboração de seu projeto extensionista.

Para orientação geral, a metodologia PDCA se resume nas seguintes etapas :
1. Planejar (Plan);
2. Fazer (Do);
3. Verificar (Check);
4. Agir (Act).
Cada fase está detalhadamente explicada a seguir:

2.1. PLAN (PLANEJAR)

Nessa etapa você deverá escolher a instituição ou o local que realizará seu projeto de
extensão, seguindo todos os tramites acima apresentados para a formalização da
parceria.
Após isso, deverá identificar um problema a ser solucionado ou minimizado, buscando
descobrir a razão da sua existência e planejar as melhorias por meio da elaboração
deste projeto de extensão.
Para isso, será necessário recorrer aos ensinamentos do design thinking, que é um
método que auxilia identificação de problemas e busca de ideias/soluções. Caso você
não conheça o método, poderá acessar o vídeo tutorial disponibilizado junto ao seu
ambiente.
Basicamente, o método se organiza nos seguintes passos:
Imersão: O problema ou opção de novo negócio e as pessoas envolvidas devem ser
identificados, buscando conduzir para uma análise crítica e do contexto que está
inserido. Poderá fazer uso de ferramentas como a Análise SWOT, Benchmarking ou
outras que permitam a tomada de decisão. Caso queira conhecer mais sobre as
ferramentas Análise SWOT e Benchmarking, você encontrará conteúdos relevantes,
como por exemplo o site do Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequena Empresa
(SEBRAE), listados nas referências bibliográficas ao final deste documento. Nesta etapa
você também pode contar com um modelo de entrevista a ser aplicado junto a potenciais
instituições parceiras, que pode auxiliar na sua decisão sobre a aderência com seu
projeto.
Nessa etapa também você deve escolher uma ou mais metas vinculadas aos Objetivos
de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) e
no Template PDCA. São 17 ODS e em cada um tem uma lista de metas, que você
escolhe no mínimo uma meta aderente ao seu projeto. Deixamos as orientações e links
para você no Template PDCA. Essa é uma grande oportunidade de você participar dos
esforços de um organismo mundial!
Ideação: É a etapa de geração de novas ideias para o projeto que envolvem o uso de
visões e experiências anteriores. Pode-se usar ferramentas que estimulem a
criatividade como Mapa Mental para encontrar soluções adequadas ao projeto.
Prototipação: É a etapa para validação das soluções identificadas na Ideação e pode
ocorrer ao longo de todo o projeto, sendo o momento de testes para a decisão das
soluções com maior oportunidade de sucesso.
No Template PDCA você terá espaço para registrar ideias e orientações que apareçam
ao longo do desenvolvimento do projeto, esse espaço poderá ser utilizado a qualquer
momento e deve registrar pontos que achar relevante

2.2. DO (FAZER)

Nessa fase você deve elaborar um cronograma para atuação com períodos definidos
para a organização do projeto e divisão de atividades. No Template PDCA tem um
modelo de tabela para cronograma.
O cronograma deve ser elaborado seguindo a duração estabelecida junto ao seu curso/
modalidade, sendo articulado com o calendário acadêmico. Lembre-se que pode ocorrer
simultaneidade de ações junto a outros componentes ou até mesmo dentro do próprio
projeto, fique atento a isso no momento da definição do seu cronograma.
Outro destaque importante é dimensionar a duração de seu projeto extensionista.
Lembre-se que ele perdurará o semestre, mas se atente para antecipar a sua conclusão
antes do início do período avaliativo. Desse modo, não terá dificuldades para o momento
de estudo final e de conclusão de seu projeto extensionista.

2.3. CHECK (VERIFICAR)

É a etapa de verificação das ações que foram planejadas e se o resultado será
realmente alcançado diante das ações já realizadas. Idealize o checklist a ser
apresentado de acordo com o seu projeto. No Template PDCA disponibilizado em seu
Ambiente Virtual de Aprendizagem, há uma sugestão que poderá ser utilizada e caso
verifique a necessidade de complementações, realize-as.

2.4. ACT (AGIR)

Esta é a etapa para atuar ou corrigir. Analise se deu certo, e caso tenha sido um
sucesso, o projeto alcançou sua finalidade. Assim, deve seguir para a próxima fase, que
é a elaboração do seu relatório final. O Relatório Final de Atividades Extensionistas está
disponível em seu Ambiente Virtual de Aprendizagem e você deve preencher e entregar
para avaliação. Caso algo não tenha dado certo, analise o que pode ser alterado e inicie
o método PCDA novamente, objetivando a correção do que não funcionou na primeira
tentativa
Lembre-se de registrar todos os momentos da realização da ação/ atividade. Faça
anotações, marcações, pontuações, registre novas ideias. Ou seja, siga a metodologia
PDCA. Isso é um apoio importante para você elaborar seu relatório final.

3. RELATÓRIO FINAL DE ATIVIDADES EXTENSIONISTAS

A elaboração do Relatório Final de Atividades Extensionistas consiste na consolidação
de todas as demais informações que foram detalhadas em seu Template PDCA.
Esse será o documento que você deverá entregar e, para isso, siga as normas ABNT
para a indicação de bibliografia utilizada e se atente ao uso da norma culta de
linguagem.
A entrega é individual e deverá ocorrer via Ambiente Virtual de Aprendizagem, sendo
necessário constar sua identificação no início do documento.
Esse documento também já vem com as informações acadêmicas sobre o componente
curricular preenchidas e não devem ser alteradas. Seus campos de preenchimento são
sobre você e seu projeto.
No final recomenda-se a realização da autoavaliação, que é um espaço destinado a
coleta de sua opinião em relação à atividade proposta, de modo a colaborar com a
melhoria de temas, conteúdos e atividades destinadas à extensão universitária.
Vale lembrar que esse documento é o que permitirá a possibilidade de integralização do
componente em seu histórico por meio da análise e concessão de nota. Sem a sua
entrega, será considerado inapto no componente, sendo obrigado a cursá-lo
novamente.
Para a boa organização didática dos Projetos de Extensão, acompanhe essas
premissas previstas no Regulamento de Extensão, sendo que as atividades de
extensão:
I. estão distribuídas na sua matriz curricular, com carga horária específica,
para a realização de ações que promovam a interação das instituições de
ensino superior com a comunidade, realizando a articulação contínua entre
ensino, pesquisa e extensão;
II. devem ser programadas e realizadas de acordo com as premissas
predefinidas no componente curricular;
III. devem ser realizadas junto à sociedade, podendo ocorrer ações intra e
extramuros, e são desenvolvidas em horários definidos em conjunto com a
instituição social/privada escolhida, podendo ocorrer em turno distinto ao do
seu curso;
IV. você é responsável pela seleção da instituição parceira em que serão
realizadas suas atividades de extensão;
V. após a realização das atividades programadas, é importante que você
entregue um relatório descritivo à instituição parceira, para demonstrar sua
atuação e as possibilidades de suas contribuições aos esforços dela quanto
aos objetivos do projeto;
VI. não representam qualquer espécie ou caracterização de vínculo
empregatício ou de remuneração, correspondendo à atividade de formação
complementar junto ao seu percurso formativo;
VII. a IES não fornecerá apoio com eventuais despesas financeiras ocasionadas
pela aplicação do projeto de extensão universitária.
Para finalizar, observe suas atribuições enquanto aluno e aluna quanto à realização de
seus projetos de Extensão:
I. estar atualizado com os documentos institucionais norteadores do processo
de extensão universitária;
II. apropriar-se do material de apoio (carta de apresentação, manual, templates
e vídeos), destinado as atividades de extensão;
III. contatar a instituição parceira para aplicar o projeto de extensão, usar como
meio de apresentação a Carta de Apresentação;
IV. tratar as pessoas envolvidas nas atividades de modo respeitoso e com uso
de linguagem adequada;
V. observar as orientações e determinações expressas junto à instituição
parceira em que ocorrerá a extensão, incluindo as normas e regulamentos
disponibilizados por ela;
VI. comunicar à instituição parceira e à IES qualquer questão que interfira no
bom andamento das atividades;
VII. arcar com os custos necessários, quando houver, para o desenvolvimento
do projeto extensionista;
VIII. elaborar o Relatório Final de Atividades Extensionistas e postar no Ambiente
Virtual de Aprendizagem (AVA).

Estamos confiantes de que você passará por experiências incríveis junto a outros
agentes do seu contexto e que, ao final, perceberá o quanto já aprendeu em seu curso
e que isso fez muita diferença nas suas ações, para contribuir com soluções de
problemas presentes na sociedade próxima a você!

Mãos à obra e ótimo trabalho!

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BALDISSERA, Olívia. O que é, como aplicar e quais as etapas do design thinking. 2021. Acesso
em 20-mai-22. Disponível em https://posdigital.pucpr.br/blog/etapas-do-design-thinking
BRASIL, Resolução CNE/CES nº 7, de 18 de dezembro de 2018. Estabelece as Diretrizes para a
Extensão na Educação Superior Brasileira e regimenta o disposto na Meta 12.7 da Lei nº
13.005/2014, que aprova o Plano Nacional de Educação – PNE 2014-2024 e dá outras
providências. Disponível em: https://www.in.gov.br/materia/-
/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/55877808. Acesso em 22 jul. 2022.
COSTA, Margareth de Souza [et al.]. Uma proposta simplificada do Design Thinking para as micro
e pequenas empresas atendidas no programa Ali à Luz de Brown. In: 9º International Symposium
on Technological Innovation – ISTI. 2008. Acesso em 20-mai-22. Disponível em
http://www.api.org.br/conferences/index.php/ISTI2018/ISTI2018/paper/viewFile/537/268
ENDEAVOR, Design Thinking: ferramenta de inovação para empreendedoras e
empreendedores. Disponível em: https://endeavor.org.br/tecnologia/design-thinkinginovacao/. Acesso em 22 jul. 2022.
ENDEAVOR, PDCA: a prática levando sua gestão à perfeição. Disponível em:
https://endeavor.org.br/estrategia-e-gestao/pdca/. Acesso em 22 jul. 2022.
SEBRAE, Ferramenta: ANÁLISE SWOT (CLÁSSICO). Disponível em:
https://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/ME_Analise-Swot.PDF. Acesso
em 22 jul. 2022.
SEBRAE, Saiba o que é e como fazer excelente benchmark: Entenda como funciona, o que é, e
os objetivos de trabalhar o benchmark na sua empresa. Disponível em:
https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/ap/artigos/saiba-o-que-e-e-como-fazerexcelente-benchmark,1cb0c51b14713610VgnVCM1000004c00210aRCRD. Acesso em 09 dez.
2022.
STOODI, Mapa Mental: o que é? Como fazer? Aprenda agora! Disponível em:
https://www.stoodi.com.br/blog/dicas-de-estudo/como-fazer-um-mapa-mental/. Acesso em
22 jul. 2022.
3 pilares do Design Thinking: entenda os conceitos e como aplicá-los no seu dia a dia. Acesso em
20-mai-20. Disponível em https://www.mjvinnovation.com/pt-br/blog/3-pilares-do-designthinking-entenda-os-conceitos-e-como-aplica-los-no-seu-dia-a-dia/
VIANNA, Maurício [et al.]. Design thinking: inovação em negócios. – Rio de Janeiro: MJV Press,
2012. Acesso em 20-mai-22. Disponível em http://centrodeinovacaodemaringa.org.br/wpcontent/uploads/2017/08/Livro_Design_Thinking_-_Inovao_Negcios.pdf

Back to Top
Product has been added to your cart