Home
Shop
Favoritos0

PROJETO INTEGRADO CST RADIOLOGIA

Comparar
Status Disponível por encomenda

PROJETO INTEGRADO INDIVIDUAL – PTI

Lembre-se de integrar naturalmente essas palavras-chave ao longo do conteúdo, mantendo o foco na qualidade e na relevância para os usuários interessados no tema.

CST RADIOLOGIA PROJETO INTEGRADO INDIVIDUAL – PTI

Objetivos da Aprendizagem:

A produção textual é um procedimento metodológico de ensino aprendizagem que tem por objetivos:
• Instigar os alunos, apoiados nas informações presentes na BNCC sobre a área da linguagem como ferramenta norteadora, para o planejamento  de atividades diferenciadas.
• Relacionar teoria e prática, a fim de proporcionar embasamento para atuação em atividades extracurriculares.
• Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o autoaprendizado.
• Favorecer a aprendizagem.
• Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de problemas práticos relativos à profissão.

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL

1. O trabalho será realizado individualmente.
2. Importante: Você deverá postar o trabalho finalizado no AVA, o que deverá ser feito na pasta específica (“atividades interdisciplinares”),  bedecendo ao prazo limite de postagem, conforme disposto no AVA. Não existe prorrogação para a postagem da atividade.
3. Deve conter, depois de pronto, capa e folha de rosto padrão da Instituição, sendo organizado no que tange à sua apresentação visual (tipos e  tamanhos de fontes, alinhamento do texto, espaçamentos, adentramento de parágrafos, apresentação correta de citações e referências, entre  outros elementos importantes), conforme modelo disponível no AVA.
4. A produção textual é um trabalho original e, portanto, não poderá haver trabalhos idênticos aos de outros alunos ou com reprodução de  materiais extraídos da internet. Os trabalhos plagiados serão invalidados, sendo os alunos reprovados na atividade. Lembre-se de que a prática do  plágio constitui crime, com pena prevista em lei (Lei n.º 9.610), e deve ser evitada no âmbito acadêmico.
5. Importante: O trabalho deve ser enviado em formato Word. Não serão aceitos, sob nenhuma hipótese, trabalhos enviados em PDF.

A seguir, apresentamos a você alguns dos critérios avaliativos que nortearão a análise do Tutor a Distância para atribuir o conceito à produção  textual:
• Normalização correta do trabalho, com atendimento ao número de páginas solicitadas.
• Apresentação de estrutura condizente com a proposta apresentada (com introdução, desenvolvimento e conclusão).
• Uso de linguagem acadêmica adequada, com clareza e correção, atendendo à norma padrão.
• Atendimento à proposta, contemplando todos os itens solicitados, com objetividade, criatividade, originalidade e autenticidade.
• Fundamentação teórica do trabalho, com as devidas referências dos autores eventualmente citados.
Lembre-se de que seu Tutor a Distância está à disposição para lhe atender em suas dúvidas e, também, para repassar orientações sempre que você  precisar. Aproveite esta oportunidade para realizar um trabalho com a qualidade acadêmica de nível universitário.

Bom trabalho! Equipe de professores

SITUAÇÃO PROPOSTA:

Estudo de Caso: “Logística Reversa no Setor de Radiologia” A partir de 1914, os filmes de raios-X ficaram cada vez mais populares, pois os vidros  que até então eram utilizados vinham da Bélgica e devido à Primeira Guerra Mundial, o suprimento deste material acabou sendo cortado, assim,  com os filmes foi possível obter grandes avanços (FERREIRA, 2007).
No Brasil, José Carlos Ferreira Pires foi o primeiro médico a instalar um aparelho de raiosX no interior do Brasil, na cidade de Formiga, Minas Gerais, a 600 km do Rio de Janeiro, em 1897” (PEREIRA, 2006, P. 51). Suas primeiras radiografias também funcionavam com as chapas de vidro fotográficos, sendo a primeira chapa registrada de uma mão que apresentava um corpo estranho.
Porém, era necessário muito tempo para realizar a radiografia, prejudicando a imagem e expondo os pacientes à intensa radiação. Por exemplo,  uma radiografia de tórax demorava cerca de 30 minutos e a de um crânio, em torno de 45 minutos (FENELON, 2005).
Ainda no século XIX, começaram a chegar ao Brasil os primeiros aparelhos de raio-X. O pioneirismo foi disputado por cientistas da Bahia, São  Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Pará. Porém não há registros corretos para determinar quem fez a primeira radiografia no filme  radiográfico (CORREA, 2010).
A estrutura básica de um filme radiográfico é composta “de base, emulsão e camada protetora (cobertura), sob o filme de PET (Poli-Tereftalato de  Etileno), que é um tipo de plástico utilizado também em recipientes de refrigerantes” (PIVA; WIEBECK, 2004). A base ou suporte é um  componente que sustenta a emulsão gelatinosa. Deve ser constituída por um material transparente que absorve pouca luz. “Já a emulsão é a parte  que recebe a imagem e nela é contida a gelatina que permite manter fixos e dispersos os microcristais ou grãos de haletos de prata que são  sensíveis à luz” (FERREIRA, 2007, p.7). “As radiografias também contêm metanol, amônia e metais pesados como cromo. Além destes materiais,  também podem ser encontrados chumbo nos papéis que recobrem as películas radiográficas usadas por dentistas” (CALDERARI, 2008).

Segundo Kawaguti, et al (2012), o processo de reciclagem das radiografias inicia-se quando estas são recolhidas em hospitais, clínicas e outras entidades. Depois, são separadas por tamanho e lavadas com soda cáustica. Da água, sai uma massa de sujeira. Nela se encontra a prata. Para  retirála, é preciso derreter o material junto com alguns elementos fundentes. Esse processo separa as impurezas do precioso metal, sendo a prata a  parte menor. Para, no mínimo, 2,5 mil chapas, se consegue em torno de uns 450 gramas de prata.
Na etapa seguinte, a prata é derretida de novo com uma temperatura bem mais alta e depois é despejada água fria e misturada rapidamente. A  prata se torna granulada devido ao choque térmico. Toda água utilizada na limpeza das radiografias deve ser tratada antes de parar na rede de  esgoto ou reutilizada nos tanques de limpeza (PEQUENAS EMPRESAS E GRANDES NEGOCIOS, 2010).

ATIVIDADES ATIVIDADE 1

Estudante, desenvolva um plano para a implementação de um projeto de Logística Reversa, focado em estratégias de conscientização e sustentabilidade do setor de radiodiagnóstico, seguindo os seguintes passos:

Passo 1: Análise de Desafios

Realize uma pesquisa bibliográfica para identificação dos desafios que envolvem o setor em relação aos materiais que são descartados e seus destinos adequados.

Passo 2: Análise Crítica

Após pesquisa bibliográfica sobre o tema, faça uma análise crítica sobe a real situação do setor e as possíveis melhorias que poderiam ser efetuadas  para o descarte e o destino correto dos rejeitos do setor.

Passo 3: Estratégias de Logística Reversa

Elabore estratégias de Logística Reversa como um líder do segmento de Radiologia, incluindo abordagens online e offline, considerando a  conscientização do consumidor sobre a importância da sustentabilidade do setor.

REFERÊNCIAS PARA ATIVIDADE:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – Resíduos de Serviços de SaúdeTerminologia, NBR 12807, Rio de Janeiro, 1993.
NAIME, Roberto; SARTOR, Ivone; GARCIA, Ana Cristina. Uma abordagem sobre a gestãode resíduos de serviços de saúde. Revista Espaço para a  Saúde 21 [periódico on- line],2004; v.5, n.02. Disponível em: <http://www.ccs.uel.br/espaçoparasaúde.>

GUARNIERI, Patrícia; KOVALESKI, João Luiz; STADLER, Carlos Cezar; OLIVEIRA, Ivanir Luiz de. A Caracterização da Logística Reversa no  Ambiente Empresarial em Suas Áreas de Atuação: Pós-venda e Pós-Consumo Agregando Valor Econômico e Legal. 2006. Disponível em: <http://www.ppgep.pg.cefetpr.br/ppgep/Ebook/ARTIGOS2005/E- book%202006_artigo%2057.pdf>

ATIVIDADE 2

Todo Projeto é sempre um desafio e gera mudanças que envolvem várias esferas: social, educacional e ambiental. Essas mudanças podem trazer diversos benefícios para uma empresa da área de Saúde. Portanto, a partir desse desafio, você irá avançar na discussão desse tema, propondo  melhorias ou mitigando ações em empresas, instituições da área da saúde, unidades de saúde particulares e públicas, e outros. Para esse avanço  faça uma análise e discorra sobre os tópicos abordados abaixo:

1. Defina o que é Logística Reversa e sua importância para os segmentos da área da saúde?
2. Crie um plano de ação educacional e de conscientização sobre o descarte correto dos rejeitos do setor de saúde (clínicas, hospital, entre outros),  especificando em um momento o de radiodiagnóstico.
3. Destaque quais as vantagens da implantação do seu Projeto em Logística Reversa para empresas da área da saúde?

REFERÊNCIAS PARA ATIVIDADE

PEREIRA, Adriana C; DA SILVA, Gibson Z; EHRHARDT, Maria E. Sustentabilidade, responsabilidade social e meio ambiente. Editora Saraiva,  São Paulo. 2011.
SOLER, Fabrício; PALERMO, Caroline. ESG (ambiental, social e governança): da teoria à prática. São Paulo: Expressa, 2023.
LEITE, Paulo Roberto. Logística Reversa: Meio ambiente e competitividade. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.
GUARNIERI, Patrícia; KOVALESKI, João Luiz; STADLER, Carlos Cezar; OLIVEIRA, Ivanir Luiz de. A Caracterização da Logística Reversa no  Ambiente Empresarial em Suas Áreas de Atuação: Pós-venda e Pós-Consumo Agregando Valor Econômico e Legal. 2006. Disponível em: <http://www.ppgep.pg.cefetpr.br/ppgep/Ebook/ARTIGOS2005/E- book%202006_artigo%2057.pdf

ATIVIDADE 3 – Saúde Coletiva

A vigilância sanitária é responsável por garantir a qualidade e segurança dos produtos e serviços relacionados à saúde, visando proteger a saúde da  população e prevenir riscos à saúde. Para estabelecer os padrões de qualidade, segurança e eficácia de produtos, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) emite documentos normativos, conhecidos como Resolução da Diretoria Colegiada (RDC). A RDC é uma das  principais ferramentas utilizadas pela vigilância sanitária para garantir a proteção da saúde pública. Dentre as resoluções, destaca-se a RDC 330,  que aborda os requisitos necessários para garantir a qualidade e segurança dos produtos e serviços em radiologia. Dessa forma, com base na  referência sugerida e de acordo com seus conhecimentos, responda:

1. Como a implementação efetiva da RDC 330 pelos serviços de radiologia pode impactar positivamente a segurança e eficácia dos produtos para  saúde, além de contribuir para a proteção da saúde da população, dos profissionais e do meio ambiente?

REFERÊNCIA:
RASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Resolução da Diretoria Colegiada Resolução – RDC Nº 330, de  20 de dezembro de 2019. Disponível em: https://l1nk.dev/DYsbS. Acesso em: 12 dez. 2023

ATIVIDADE 4

A cidadania ambiental ilumina um sentido universal, essencialmente coletivo. A cidadania clama pela urgência da ação e participação ativa cidadã  em defesa do meio ambiente de forma articulada, em âmbito local, nacional e global. Ademais, um dos desafios mais significativos e atuais percebidos pelo Brasil – e profundamente relacionado ao sistema econômico vigente e às ideias de individualismo e responsabilidade – consiste na  manutenção de uma ordem ambiental equilibrada em nosso território, sobretudo em função dos padrões de consumo vigentes na sociedade contemporânea. A cidadania ambiental exige um constante processo de reeducação e conscientização dos indivíduos sobre seus deveres na  promoção do desenvolvimento sustentável no dia a dia. Diante disso, a fim de exercitar um olhar crítico e colocar em prática a ação cidadã, produza um único comentário argumentativo que contemple a resposta para os seguintes questionamentos:

1. O que é a bioética e de que modo ela pode contribuir com o plano de logística reversa no setor de radiologia?
2. Na história da humanidade, a partir de que momento se tornou mais explícita a preocupação com crises ambientais, seus impactos pelo mundo  e os debates sobre a cidadania transnacional?
3. Há relação entre o tema do meio ambiente e as reflexões sobre a política?
4. Como em geral as corporações encaram o respeito às normas ambientais no Brasil e qual a importância de incentivar programas de logística  reversa?

REFERÊNCIAS PARA A ATIVIDADE

BELLO, Enzo. Ensaios críticos sobre cidadania e meio ambiente. Caxias do Sul: Educ, 2012. 213 p. ISBN: 9788570616845. Disponível na  Biblioteca Virtual.
CONTI, Hugo Martarello de. ALVES, Patrícia Villen Meirelles. Sociedade Brasileira e Cidadania. Londrina: Editora e Distribuidora Educacional  S.A. 2019.
CYRNE. C. C. S. BARDEN, J. E. et al. “GESTÃO DE RESÍDUOS, CIDADANIA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: A
SUBVERSÃO DO CONCEITO DE FUNÇÃO”. In: Revbea – Revista Brasileira de Educação Ambiental, São Paulo, V. 15, Nº 5: 409-423, 2020. p.  409-423. Disponível em: <https://periodicos.unifesp.br/index.php/revbea/article/download/9879/7977/44156> Acesso: 13 dez. 2023.
STJ. “Cidadania ambiental: a construção do futuro sustentável também passa pela jurisprudência do STJ”. In: STJ – Superior Tribunal de Justiça  [Online]. Publicada em 03/12/2023, 07:00. Disponível em: https://www.stj.jus.br/sites/portalp/Paginas/Comunicacao/Noticias/2023/03122023-Cidadaniaambiental-a-construcao-do-futuro-sustentavel- tambem-passa-pela-jurisprudencia-do-STJ.aspx Acesso: 13 dez. 2023.

Back to Top
Product has been added to your cart