Home
Shop
Favoritos0

TCC I Criminologia

R$ 80,00

Comprar Agora Comparar
Status In Stock

TCC I Criminologia

Disciplina: Trabalho de Conclusão de Curso I

Manual
SUMÁRIO
1. ORIENTAÇÕES PARA CONSTRUÇÃO DO TRABALHO…………………………………….. 3
2. ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA …………………………. 5
2.1. ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS ……………………………………………………………………………..5
2.2. ELEMENTOS TEXTUAIS – INTRODUÇÃO …………………………………………………………..7
2.3. DELIMITAÇÃO E FORMULAÇÃO DO PROBLEMA …………………………………………….8
2.4. JUSTIFICATIVA…………………………………………………………………………………………………..10
2.5. FORMULAÇÃO DOS OBJETIVOS GERAL E ESPECÍFICOS ……………………………10
2.6. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA……………………………………………………………………………12
2.7. METODOLOGIA…………………………………………………………………………………………………..14
2.8. RESULTADOS ESPERADOS……………………………………………………………………………..15
2.9. CRONOGRAMA DA PESQUISA …………………………………………………………………………15
2.10. ORÇAMENTO…………………………………………………………………………………………………..16
2.11. ELEMENTOS PÓS TEXTUAIS – REFERÊNCIAS…………………………………………….16
3. PLÁGIO …………………………………………………………………………………………………………18
4. AVALIAÇÃO DO TCC……………………………………………………………………………………..19
4.1. APRESENTAÇÃO ……………………………………………………………………………………………….20
TCC I
MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I
Caro estudante,
Elaboramos esse Manual contendo as diretrizes para que você realize o
Trabalho de Conclusão de Curso. Nesse documento você poderá consultar
todas as orientações para cumprimento das atividades relacionadas,
considerando as particularidades de cada etapa, oportunizando a reflexão
sobre as práticas profissionais, tornando-o protagonista de seu próprio
conhecimento por meio da busca da resolução dos problemas embasada nas
evidências científicas.
O TCC I deverá ser inserido no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) –
Colaborar da disciplina de Trabalho de Conclusão de Curso I (regular e/ou
dependência), em data definida em calendário acadêmico.
O Trabalho de Conclusão de Curso é individual e obrigatório para que o aluno
se gradue no curso.
Importante: As dúvidas não esclarecidas por este manual deverão ser
direcionadas ao tutor à distância.
1. ORIENTAÇÕES PARA CONSTRUÇÃO DO TRABALHO
Este é o momento de sua formação acadêmica em que você deve se
preparar para a construção do Trabalho de Conclusão de Curso I (TCC I),
tendo como base o exercício profissional.
Ao longo dos semestres você teve à sua disposição algumas disciplinas
que o ajudaram não somente no desenvolvimento dos trabalhos a serem
realizados, mas também no exercício das diferentes dimensões da
profissão, que em breve exercerá.
Para que o profissional faça diferença na profissão, é necessário que ele
tenha um olhar crítico em relação às situações percebidas no seu
TCC I
cotidiano profissional, sempre tendo como referência seus conhecimentos
prévios, além de indicadores e estatísticas, que fornecem as melhores
evidências relacionados ao assunto em questão.
Com o objetivo de exercitar o aprendizado proposto pelas disciplinas do
semestre e demais conteúdos trabalhados no decorrer do curso,
solicitamos que você faça um Projeto de Pesquisa individual. Tendo como
referência as orientações de Antônio Carlos Gil (2009), que apresentamos
no decorrer deste material com um roteiro para nortear o seu trabalho:
Atenção: Não confundir projeto de pesquisa com projeto de intervenção.
Esta proposta é para conhecer uma temática e não para intervir sobre ela,
portanto, só serão aceitos projetos de pesquisa.
O tipo de pesquisa de seu projeto deve ser “bibliográfica”, conforme o
roteiro na próxima página:
TCC I
2. ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE
PESQUISA
2.1. ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS
Alguns elementos pré-textuais são obrigatórios enquanto outros são
opcionais. Veja a descrição na sequência.
Começaremos pela Capa que é um elemento obrigatório onde constam
as informações indispensáveis ao trabalho e devem obedecer à seguinte
ordem:
• Nome da instituição: seguido do nome do centro (Sistema de
Ensino Presencial Conectado) e do nome do curso que deve ser
apresentado em letras maiúsculas, fonte Arial, tamanho 14,
espaçamento simples de entrelinhas;
• Nome do autor: em letras maiúsculas, recomenda-se deixar um
espaço simples de entrelinhas entre o nome da Instituição/curso e
o nome do autor. Deve ser apresentado também em fonte Arial,
tamanho 14, espaçamento simples de entrelinhas e alinhamento
centralizado;
• Título do trabalho: deve ser claro e preciso, identificando o seu
conteúdo e possibilitando a indexação e recuperação da
informação; em maiúsculas e negritadas, fonte Arial, tamanho 16,
espaçamento simples de entrelinhas e centralizado;
• Subtítulo (condicionado à necessidade): se houver subtítulo, deve
ser precedido de dois pontos (:), fonte Arial, tamanho 14,
espaçamento simples de entrelinhas, sem negrito e todas as letras
das palavras principais em letras minúsculas, procurando assim
evidenciar a sua subordinação ao título principal;
• Local e ano: especifica a cidade e o ano de entrega do trabalho.
Deve ser apresentado em: fonte Arial, tamanho 12, entrelinhas
simples e apenas as iniciais em maiúsculas.
A capa é seguida da Folha de Rosto outro elemento obrigatório e contém
os elementos essenciais à identificação do trabalho. Deve possuir todos
TCC I
os elementos da capa (com exceção do nome da instituição), acrescidos
dos:
Natureza do trabalho: deve informar o tipo de trabalho (no caso do TCC I:
projeto de pesquisa);
• Objetivo do trabalho: deve informar se é apresentado para
aprovação em uma disciplina, para a obtenção de um grau, para a
obtenção de um título e outros;
• Nome do orientador e,se houver do co-orientador.
As informações sobre natureza e objetivo do trabalho devem ser
apresentadas com alinhamento justificado, com recuo esquerdo de 07 cm,
espaçamento simples de entrelinhas, fonte Arial e tamanho 10. Os demais
elementos devem ser centralizados na folha.
Após a Folha de Rosto são apresentadas as Listas de figuras, gráficos,
tabelas, quadros, siglas que são opcionais. Entrentanto, se em seu
trabalho houver mais de 3 figuras, gráficos, tabelas, quadros aconselhase que faça a lista de forma a orientar o leitor.
Especificamente sobre as abreviaturas, orientamos também que, em seu
texto, na primeira vez que for utilizar uma abreviatura, ela deve estar entre
parênteses logo após seu nome por extenso. Só após esta primeira
descrição pode-se colocar a abreviatura no texto sem descrevê-la.
O último elemento pré-textual é o Sumário que é a transcrição das partes
que compõem o trabalho, conforme aparecem no texto produzido, na
mesma ordem e grafia. É um elemento obrigatório, cujas partes são
acompanhadas do(s) número (s) da(s) folha(s). Deve ser encabeçada pela
palavra SUMÁRIO, com todas as letras maiúsculas, negrito e centralizado.
É apresentado da seguinte forma:
• Não se utiliza nenhum tipo de sinal (ponto, hífen, travessão) entre
os números indicativos de seção e seus títulos;
• Os indicativos das seções primárias e de suas subdivisões, bem
como seus títulos, devem aparecer no sumário da mesma forma
TCC I
que apareceram no texto; com os mesmos recursos tipográficos
(negrito, itálico, caixa alta, fonte e outros);
• Uma linha pontilhada deve ser usada para ligar o nome da seção à
folha correspondente;
• No corpo do sumário, recomenda-se a utilização de espaçamento
1,5 de entrelinhas, fonte Arial, tamanho 12 e alinhamento
justificado. Um espaço em branco deve ser deixado entre uma
seção primária e outra;
• Os elementos pré-textuais como: errata, dedicatória,
agradecimentos, epígrafe, resumos, listas de ilustrações, listas de
tabelas entre outros, não constam no sumário.
2.2. ELEMENTOS TEXTUAIS – INTRODUÇÃO
Aqui deverá ser descrito o tema escolhido, o problema que se pretende
conhecer.
Neste item, você dará uma pequena noção sobre o que pretende
pesquisar, dessa forma irá pesquisar sobre o que já foi escrito a respeito
do assunto investigado. Não é necessário estender muito sobre a obra
do(s) autor(es) escolhido(s) como referencial, faça um diálogo entre a fala
do autor e o problema sobre o qual pretende trabalhar. Você deverá citar
no mínimo 4 autores.
Exemplos:
1. O autor XXXX (2018) refere-se a inserção social como um desafio…
2. O autor YYYY (2019) refere-se sobre a importância da participação
da família no processo de…
A escolha do tema a ser pesquisado é um item muito importante. Uma
escolha “errada”, que não desperte o interesse do autor fará com que a
elaboração se torne um trabalho mais difícil. Por outro lado, se a escolha
for de um tema de interesse, a leitura tornar-se-á prazerosa e,
consequentemente, a elaboração do TCC será um processo muito mais
TCC I
agradável. Para escolha do tema você poderá contar com o diálogo com
seus colegas, tutor de sala, tutor a distância e professor.
Nada impede que mais de uma pessoa escreva sobre o mesmo tema.
Porém, cada aluno tem uma forma de produzir um texto, de selecionar as
referências a serem utilizadas e as escolhas linguísticas. Portanto, é
impossível que se tenha dois alunos com propostas idênticas,
perseguindo os mesmos objetivos, embasando-se nos mesmos autores
em seus aspectos mais significativos sobre este tema.
O tema de uma pesquisa indica uma ‘área de interesse’ a ser investigada.
Trata-se de uma delimitação ainda bastante ampla […]. Ao formularmos
perguntas ao tema e assunto propostos, estaremos construindo sua
problematização (MINAYO; DESLANDES; GOMES, 1994, p.37, grifo nosso).
Nesse primeiro momento é importante não confundir tema com título. O
título de um trabalho é como o nome de uma criança que só ser registrado
depois que ela nasce! Sugerimos deixar o título por último, se não ele pode
acabar “escravizando” ou “amarrando” e até “dominando” o pesquisador,
quando na verdade deveria ser o contrário, ou seja, o título ser uma
síntese final de todo o estudo realizado. Enfim, o tema tem sempre um
caráter mais amplo e com várias possibilidades de abordagens (sejam
elas quantitativas, qualitativas; sociais ou biológicas; filosóficas ou
científicas). Da mesma forma, um mesmo tema pode ser estruturado a
partir de um olhar (uma análise) do ponto de vista didático, social, da
formação profissional, psicológico, etc. Portanto, se faz necessário
precisar/explicitar a situação ou problema, de forma que seja indicado de
modo mais restrito um aspecto ou uma faceta do tema.
2.3. DELIMITAÇÃO E FORMULAÇÃO DO PROBLEMA
Neste tópico, é importante delimitar o objeto dentro do tema. É a questão
central da sua pesquisa, podendo ser em uma única frase, interrogatória.
Trata-se do levantamento dos possíveis componentes/variáveis que
podem estar interferindo naquilo que você deseja estudar. Luna (1999)
TCC I
afirma que antes de colocar o problema ou, em outras palavras, antes
mostrar qual a sua “grande” dúvida de pesquisa, ou sua grande questão,
deve-se detalhar aquilo que se relaciona com o problema. Assim é preciso
tentar descrever:
1) Antecedentes do problema:
• tendências atuais relativas ao problema;
• pontos de debate.
2) Formulação da situação-problema:
• Dificuldades básicas que podem ser encontradas para o
desenvolvimento do estudo;
• Necessidade sentida para abordagem de determinado assunto na
área;
• Como o tema vem sendo estudado na área.
3) Colocação do Problema:
• Procurar escrevê-lo de tal forma a oferecer uma delimitação mais
clara daquilo que se pretende efetivamente pesquisar;
• Transformar ou colocar na forma de uma questão – ou seja, uma
pergunta – qual seria a grande dúvida a ser estudada, respondida
por meio de uma pesquisa.
Todas essas etapas devem ser fundamentadas, ou seja, elas são
construídas a partir de leituras que já vão fazendo parte de sua revisão da
literatura. Só que nesse momento essa revisão diz respeito a situar ou
localizar o leitor em qual área e do trata o seu projeto. É, portanto, uma
parte do texto no qual o pesquisador fará um grande esforço para
introduzir o leitor na lógica do seu projeto. Dessa forma, para ajudá-lo na
delimitação do problema, que é fundamental para realização do projeto de
pesquisa, estamos convidando-o a realizar uma reflexão:
1) Dentro da profissão, pergunte-se qual a sua maior dúvida sobre o tema
que lhe interessa?
2) Qual a situação que lhe provoca mais curiosidade e que você não tem
respostas propriamente ditas?
TCC I
3) Ou ainda: dentro do tema escolhido, que aspecto você teria mais
dificuldade em explicar para alguém que lhe perguntasse sobre o
assunto?
2.4. JUSTIFICATIVA
Em primeiro momento, deverá explicitar a intenção daquele que elabora o
projeto e em segundo momento apresentar o “para que”, “para quem” e
“no que pode contribuir” o trabalho a ser desenvolvido.
Em outras palavras, o pesquisador deverá apresentar o motivo que o
levou a realizar a pesquisa, o direcionamento dos resultados obtidos e em
que os resultados poderão contribuir para a sociedade ou sujeitos
envolvidos. Poderá trazer uma abordagem sobre as razões que o levaram
a escolher o tema, o “problema” a ser estudado, desde que também seja
relevante para a profissão. No início, você terá dificuldade de “defender”
seu trabalho e as tentativas de justificar sua importância ainda parecem
meio “românticas”. Com o maior número de leituras que irão transcorrer
no desenvolvimento do projeto, você perceberá que sua segurança irá
aumentar para mostrar e “seduzir” o leitor quanto à relevância de seu
trabalho para o conhecimento científico ou profissional do tema. Segundo
Junior (2008), a justificativa deverá responder a duas perguntas
essenciais:
O que levou o pesquisador escolher este tema?
Para quem servirá?
A justificativa deve trazer a necessidade, importância e utilidade de se
desenvolver o assunto. É esse momento que o autor (você) demonstra a
relevância do tema-problema tratado no âmbito social, profissional e
científico.
2.5. FORMULAÇÃO DOS OBJETIVOS GERAL E ESPECÍFICOS
TCC I
Os objetivos constituem a finalidade de um trabalho acadêmico ou
científico, ou seja, a meta que se pretende atingir com a execução da
pesquisa. São eles que indicam o que um pesquisador realmente deseja
fazer. Sua definição clara ajuda em muito na tomada de decisões quanto
aos aspectos metodológicos da pesquisa, afinal, temos que saber o que
queremos fazer, para depois resolvermos como proceder para chegar aos
resultados pretendidos. Podemos distinguir dois tipos de objetivos em um
trabalho científico: os objetivos gerais e os objetivos específicos
Objetivo Geral: Deverá indicar o propósito do trabalho, ou seja, qual a
finalidade dele. Como o próprio nome diz, os objetivos gerais são aqueles
mais amplos. São as metas de longo alcance, as contribuições que se
desejam oferecer com a execução da pesquisa. Em geral, o primeiro e
maior objetivo do pesquisador é o de obter uma resposta satisfatória ao
seu problema de pesquisa. Caracterizam-se por apresentar intenções de
caráter mais filosófico ou de longo prazo ou ainda por preocupações mais
sociais e menos pessoais. Assim, esboçam o desejo do pesquisador em
contribuir para mudanças em um aspecto que ele identificou como
carente, por exemplo, nos métodos de avaliação, nos recursos
terapêuticos. Apesar de serem amplos, os objetivos gerais devem ser
redigidos de tal modo a serem exequíveis e, principalmente, focarem na
resposta do problema de pesquisa. É importante ser claro e usar apenas
um objetivo, no tempo infinitivo.
Objetivos Específicos: Apontam com mais detalhamento o que se
pretende conhecer, desmembrando o objetivo geral. No entanto, para se
cumprir os objetivos gerais é preciso delimitar metas mais específicas
dentro do trabalho. São elas que, somadas, conduzirão ao desfecho do
objetivo geral. Por exemplo, se o objetivo geral de um projeto é o de
contribuir para o estudo de uma dada realidade social, os objetivos
específicos deverão orientar-se para esta meta: descrever a realidade;
compará-la com outras situações similares; sistematizar os pontos
determinantes para sua ocorrência. Cumpridos estes objetivos parciais,
certamente o pesquisador conseguirá atingir seu objetivo mais amplo.
TCC I
Observe-se que a formulação dos objetivos – sejam ou específicos – se
faz mediante o emprego de verbos no infinitivo: contribuir, analisar,
descrever, investigar, comparar, sendo que no presente projeto é
recomendo no mínimo 3 objetivos específicos. Cumpre ainda dizer que os
objetivos têm função norteadora no momento da leitura e avaliação do
projeto. Isto porque, um trabalho acadêmico é julgado, em grande parte,
pela capacidade de cumprir os objetivos que se propõem em suas páginas
iniciais. Então, o alerta é: cuidado na hora de estabelecer os objetivos.
Além de claros, estes têm que ser exequíveis. Nesta fase do trabalho,
temos que determinar a ação a ser realizada para responder a questão ou
as questões que nos colocamos enquanto pesquisadores.
2.6. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
O referencial teórico é elemento essencial e obrigatório. Trata-se do
quadro teórico que serve como embasamento dos estudos, no qual o autor
deve posicionar-se teoricamente frente ao tema, definir as principais
variáveis que serão utilizadas, assim os pressupostos teóricos. É
fundamental que você leia sobre os assuntos relacionados ao tema e que
serão abordados no trabalho.
Este item fundamenta a pesquisa bibliográfica, é a base de sustentação
teórica, pois favorecerá a definição de contornos mais importantes da
problemática a ser estudada. Você poderá verificar sobre quem já
escreveu e o que já foi publicado sobre o assunto; sobre os aspectos já
abordados e as lacunas existentes na literatura. Na fundamentação
teórica procuramos, também, apresentar e discutir, a partir de ideias,
conceitos e resultados de pesquisas de outros autores, as diversas
abordagens dentro da temática que escolhemos. Sem esquecer-se de
utilizar nossas próprias palavras, devemos sempre conduzir a linha de
raciocínio da construção do texto para culminar na abordagem que será
usada no trabalho (que, por coerência, é a melhor, a mais atual, a mais
adequada, etc.).
TCC I
O maior problema que pode haver numa fundamentação teórica é
transformá-la num amontoado de resumos de autores sem nexo, sem
ordem de apresentação, sem argumentações a favor e contra e, acima de
tudo, sem pontuar adequadamente o raciocínio; ou o que é pior, podendo
divergir da própria proposta de trabalho, sem relação com a metodologia
utilizada.
Ao selecionar os autores que usará na fundamentação teórica (ou
referencial) você deve manter o foco nos objetivos da pesquisa, ou seja,
selecione SOMENTE obras e autores relacionados com a temática
provenientes de fontes seguras. No processo de construção textual
deverá ser utilizadas as citações (citações diretas) ou apresentação de
ideias do autor reescritas com suas palavras (citações indiretas). Observe
que as citações tema finalidade de fundamentar, esclarecer e/ou sustentar
a ideia que você estará produzindo. Seguindo a ABNT a citação Direta é
a transcrição EXATA de trechos da obra pesquisada, sendo que as
citações com mais de três linhas devem ser formatadas em um parágrafo
próprio, com letra menor (fonte tamanho 10) que a utilizada no texto,
espaçamento simples, alinhamento justificado e deslocamento de quatro
(4) centímetros da margem esquerda. Por outro lado, a citação direta com
menos de três linhas é diferenciada do texto com a utilização de aspas
para separar o trecho citado do resto do texto. Em ambas o autor, ano e
página devem ser informados e cuidado com o uso excessivo da citação
indireta. A citação indireta, que deve ser mais explorada no trabalho,
ocorre por meio de paráfrases, quando trechos são transcritos de forma
livre nas palavras do autor é chamada de citação indireta.
É esperado, portanto, que o aluno realize um levantamento bibliográfico
pertinente à área; assunto; tema; problema em estudo, de forma
consistente e atualizada. Para isso é importante você realizar a:
1) compilação de ideias dos autores, ou seja, reunir textos de autores
para compor um posicionamento teórico similar em relação a um
determinado assunto/tema/problema;
TCC I
2) contraposição de ideias dos autores, ou seja, reunir em torno de um
determinado assunto definições, contextualizações, julgamentos e
interpretações diferenciadas sobre um assunto/tema/problema que
diversos autores trazem.
Lembre-se que a escrita é um processo! Dessa forma, procure
selecionar/organizar um local de trabalho, determinar algumas horas por
dia, separar seus textos em pastas no computador ou no papel, conforme
for organizando seu pensamento. É importante também que faça
fichamentos dos textos lidos. O fichamento é um recurso de memória
imprescindível na elaboração de um trabalho acadêmico. Pesquise mais
a esse respeito!
2.7. METODOLOGIA
Na pesquisa bibliográfica é necessário apresentar a forma e os
referenciais teóricos e metodológicos que serão consultados,
mencionando os autores que foram consultados para a construção do
projeto de pesquisa.
Ou seja, deve-se descrever o caminho que orienta a pesquisa e que irá
auxiliar na sua realização com maior eficácia, por isso ela deve ter o tempo
verbal no futuro. A metodologia deve manter coerência com o tema
investigado e o tipo de pergunta de pesquisa que está sendo realizada.
Na metodologia deve-se apresentar de forma sucinta a forma como o
trabalho foi desenvolvido. De acordo com Junior (2008), este item deve
apresentar apenas um parágrafo, caracterizando o método selecionado, o
tipo de pesquisa que delimitou para este trabalho e as fontes de consultas
utilizadas, ou seja, devem ser abordados os procedimentos utilizados para
obtenção das informações, situando o leitor sobre a forma que a
monografia será construída.
Nesta etapa, detalha-se o tipo de pesquisa desenvolvido considerando-se
o que é, quais as etapas para a sua realização e as adaptações efetuadas.
De maneira geral têm-se os métodos a serem utilizados conforme as
TCC I
características das pesquisas, e lembre-se que a sua pesquisa deve ter
um delineamento de revisão bibliográfica.
A metodologia deve apresentar ainda o tipo de instrumento que foi
utilizado, por exemplo, no caso da revisão bibliográfica o instrumento é
uma base de dados. Sendo assim, você deve apresentar uma descrição
dos processos de busca do material bibliográfico assim como as
estratégias de análise.
2.8. RESULTADOS ESPERADOS
Como este trabalho se trata apenas de um projeto de pesquisa, não é
possível ainda apresentar resultados, mas sim apontar resultados
esperados, que poderão ser comprovados ou não no momento do
desenvolvimento da pesquisa.
2.9. CRONOGRAMA DA PESQUISA
Previsão sobre o tempo para desenvolvimento da pesquisa.
Exemplo de cronograma:
Etapas Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov
Elaboração do
projeto
X X X X X X X X
Revisão de
literatura
X X X X X
Apresentação
do projeto
X X
Coleta de
dados
X X X
Conclusão e
redação
X X
TCC I
2.10. ORÇAMENTO
Deverá incluir as possíveis despesas que custearão o projeto, desde
sulfite, possíveis aquisição de livros, fotocópia, encadernação, cartuchos
de impressoras e outros (lembrando que as despesas com o projeto de
pesquisa são de competência do pesquisador/aluno).
2.11. ELEMENTOS PÓS TEXTUAIS – REFERÊNCIAS
No final, o pesquisador apresenta somente as fontes de pesquisa que
utilizou no decorrer da elaboração do projeto e não aquelas que pretende
consultar no desenvolvimento do projeto.
As referências constituem a relação das fontes utilizadas pelo autor
(aluno) em ordem alfabética, incluindo as referências eletrônicas. São os
elementos que identificam os livros, sites, revistas, periódicos, etc.
utilizados para a redação do trabalho. Refere-se ao material consultado,
que foi citado no corpo do trabalho, ou seja, todas as obras citadas no
texto devem obrigatoriamente figurar nas referências.
Assim, todo o material bibliográfico consultado para elaboração do
trabalho deverá ser listado rigorosamente conforme as normas da ABNT
para apresentação de Referências: NBR 6023/2002. As referências
devem possuir espaçamento simples, ajustamento à esquerda e
separadas por um espaçamento simples de cada próxima referência
OBSERVAÇÕES
A pesquisa é fundamental para o desenvolvimento de trabalhos acadêmicos
e o exercício profissional, no entanto é necessário se atentar a alguns pontos,
dentre eles:
TCC I
• O(A) ALUNO(A) pode transcrever trechos importantes dos
autores que leu, porém DEVE fazer a devida referência, para
não caracterizar plágio;
• Pode parafrasear trechos importantes dos autores que leu, mas
também DEVE fazer a devida referência, para não caracterizar
plágio;
• DEVE escrever com suas próprias palavras, para que o trabalho
também tenha a sua cara!
O trabalho deverá ser elaborado de acordo com as normas da ABNT.
Tenha um ótimo trabalho!
Coordenação de Curso
TCC I
3. PLÁGIO
Conforme a redação dada pela Lei de Direito Autoral, nº 9610 de 19 de
fevereiro de 1998, é vedada a violação dos direitos dos autores. Para que
isto não venha a ser um problema para você, produza seu texto com muito
cuidado: ao utilizar argumentos, ou parte deles, de outros autores, todos
devem estar devidamente referenciados como citações (diretas e
indiretas), conforme as normas da ABNT disponibilizadas na biblioteca
virtual e no ambiente AVA.
É importante lembrar que além do processo de citação é necessário
referenciar ao final do trabalho todas as bibliografias consultadas e
citadas. Os projetos de pesquisa serão submetidos constantemente a
ferramentas antiplágio e a ocorrência resultará na reprovação.
TCC I
4. AVALIAÇÃO DO TCC
O processo de ensino e aprendizagem no Trabalho de Conclusão de
Curso I (regular, dependência, adaptação) é conduzido pelo orientador –
coordenador do curso -, e por meio das mediações pedagógicas dos
tutores a distância e presencial.
Para o desenvolvimento do projeto, o acadêmico deverá fazer o download
do Modelo no AVA, proceder com a realização das atividades e realizar a
postagem no AVA dentro dos prazos informados no calendário
acadêmico.
Atenção: os projetos enviados em PDF serão automaticamente
invalidados, sendo assim o envio do arquivo deve ocorrer na extensão
.doc (word).
Após a entrega do projeto recomenda-se salvar em seus documentos para
que ele seja utilizado no TCC II do próximo semestre, ou seja, na
construção da Monografia.
O Trabalho de Conclusão de Curso é INDIVIDUAL e essencial para que o
aluno se gradue, conforme consta no Guia de Percurso.
O sistema de avaliação adotado no TCC I é composto pelo Relatório Final
(projeto de pesquisa) – Produção Textual desenvolvida ao longo do
semestre, mais a apresentação oral. O detalhamento do Sistema de
Avaliação deve ser acompanhado no Manual de Avaliação Continuada
disponibilizado no AVA. O estudante reprovado deverá realizar o TCC I
matriculando-se na dependência e arcar com o ônus dos custos
decorrentes da nova orientação.
TCC I
4.1. APRESENTAÇÃO
A oratória é um recurso muito utilizado pelo profissional ao longo de sua
trajetória profissional. Com o objetivo de proporcionar aos alunos (as) uma
oportunidade de exercitar essa ferramenta primordial ao exercício
profissional, é necessário que o (a) aluno(a) realize a apresentação do
projeto ao término do semestre.
A apresentação do projeto deverá ser realizada em dia e horário definido.
O polo presencial é o responsável por organizar os momentos e o tempo
de cada aluno para a apresentação, que deverá ser sucinta e poderá ou
não utilizar de recursos audiovisuais.
Essa apresentação complementa a pontuação do projeto, e deve ser
realizada em sala de aula, mediante a presença dos colegas de turma e
do tutor presencial, que será o responsável em lançar no sistema a
pontuação devida. Para realizar a apresentação do projeto, é obrigatório
a postagem do trabalho no ambiente virtual

Back to Top
Product has been added to your cart